• +55 11 2507-7340
  • yorgos@yorgos.com.br
  • Matriz: Santa Gertrudes, 167, Chácara Santo Antônio (Zona Leste), São Paulo/SP

Espaço confinado

A NR-33 é a norma regulamentadora que define quais precauções devem ser tomadas para trabalhos em espaços confinados.

A NR-33 é a norma regulamentadora que define quais precauções devem ser tomadas para trabalhos em espaços confinados. Mas afinal, o que são espaços confinados? Vamos explicar de uma vez por todas.

Definição
Basicamente, podemos compreender um local como espaço confinado se ele possui as seguintes características: ambiente não projetado para ocupação humana contínua, que apresente meios limitados de entrada e saída e cuja ventilação existente é insuficiente para remover contaminantes ou onde possa existir a deficiência ou enriquecimento de oxigênio.

Riscos 
Espaços confinados podem apresentar inúmeros riscos para os trabalhadores. Mas nenhum deles é tão crítico quanto o fator atmosférico. Gases tóxicos, inflamáveis e deficiência de oxigênio são os maiores responsáveis por acidentes graves ou fatais que ocorrem nesses ambientes.

Como identificar
Para identificar um espaço como confinado, deve-se levar em consideração todos os aspectos acima citados e ver se as características do espaço condizem com as definições de um local confinado.
Claro que, para um melhor reconhecimento do espaço e também para entender quais as necessidades do local, é crucial contar com especialistas na área de segurança do trabalho voltada para espaços confinados, em especial no caso de detecção de gases.
Alguns exemplos de espaços confinados são: enclausuramentos subterrâneos, galerias subterrâneas, tanques, silos, depósitos de armazenamentos, bueiros, poços, valas, rede de dutos e gasodutos.

Precauções
O trabalho em espaços confinados deve seguir uma série de regras estipuladas pela NR-33, antes de liberar o trabalho no ambiente. É importante que os profissionais envolvidos nos trabalhos considerem as quatro fases para a adoção das medidas: preparação, entrada, trabalho e saída, como estipulado na norma regulamentadora.
Dentre os cuidados a serem tomados na hora de trabalhar em espaços confinados, a detecção de gás é um dos mais importantes. Como já dito, o maior risco nesses locais é o risco atmosférico. Portanto ter e saber usar os detectores de gás, além de ser lei, é essencial para a segurança do trabalhador. Conte com a Yorgos Ambiental, especialista em detectores de gás, para auxiliá-lo na segurança de espaços confinados.

 

Consultar agora